domingo, 25 de agosto de 2013

Rumo ás carpas 2

Antes de mais peço desculpa por só agora escrever este segundo artigo mas não o queria fazer sem ter as fotos e só hoje as arranjei.
 Desta vez o plano era experimentar um local diferente com uma entrada de água e por isso com mais comida e que podia indicar mais presença de carpas .
 Bem chegados ao local canas na água , mal a boia toca na agua uma carpa media ferra-se , este lugar mostrava o seu potencial .
Continuamos com a nossa pesca , iam saindo umas carpas mais pequenas para nos entreter quando a minha boia começa a andar , era a carpa a mamar , teve uns 2 min naquilo , quando olho para a boia ja nao a via começo a recuperar e a cana dobra toda e a carpa faz logo um arranque uns minutinhos de luto pois estava a pescar fino e la saiu esta linda carpa .
Entusiasmados continuamos a pesca ...
estava a sair muito peixe pequeno e a minha boia afundou outra vez , vou para puxar e a cana dobra o carreto começa a cantar ZZZzzzzzZZZZzzz  até fiquei a bater mal :DD  aperto o carreto para ela nao se meter nas arvores e plantas e mesmo assim ainda soltou alguma linha ... começo a puxar e a carpa vem ao cimo era ENORME para quem nunca pescou nada com mais de 1 kg no rio , e digo ao primo para a ir buscar ( pois deixamos o puxeiro em casa a pensar que nao iamos precisar ) o meu primo chega á beira vai para lhe meter a mao e ela PáZ  partiu o fio ... Ficamos azuis pois em casa nao quisemos levar o puxeiro e se fosse preciso olha , lembravamos dele e quantas vezes nos lembramos . 
Uns minutos a seguir o meu primo ferra outra de igual tamanho muita ginastica na luta pois estava com cana direta mas la consegue encostá-la á borda , vou para meter a mao a ela e PáZZ e lá foi ela . Duas carpas que perdemos que nao as metemos ca fora :c  








sábado, 24 de agosto de 2013

Take 3 : Uma estreia que podia ter corrido melhor ...

Chegados a monte gordo íamos ficar uns dias , também tínhamos la pessoas conhecidas e tal ... Um dia um amigo do meu pai perguntou se não queríamos ir a pesca num barco dum colega dele e nós aceitamos claro.
   Embarcamos na marina de vila real s. António o programa era fazer uma manha de pesca no rio Guadiana , o proprietário do braco propôs tentar a sorte as corvinas algo de novo para mim . Chegados ao pesqueiro , começamos a sondar o pesqueiro , iscos na água ... Era a primeira vez que pescava naquele rio e ás corvinas mas quando vi que o isco eram minhocas vi logo que não íamos aquelas corvinas de que vejo relatos , aquelas "burras" que saiem no Tejo que fazem os carretos ferver , iamos antes apanhar umas "rabetas" como costumam dizer .... Bem 5 canas na água , 5 pessoas á pesca num barco para 5 pessoas , era apertado sim mas o que interessa é o convívio e não nos atrapalhamos .
Os primeiros peixes a sair foram as bailas bebés , derretiam o isco la em baixo o que mais tarde viria a ser uma infelicidade . Ao fim de uma hora á pesca e muitas bailas apanhadas e devolvidas a cana do "chefe" do barco teve uma picada forte era corvina á segunda estava ferrada , o peixe não era muito grande tinha cerca de 600 g mas nunca tinha visto uma corvina de tao perto , é realmente um peixe lindo mais umas corvinas e a cana do Rui , um amigo nosso , tem uma picada de respeito , peixe ferrado este já deu luta , corvina pesada e .... 750 g o maior peixe que viria a ser apanhado nesse dia .... podia ter sido libertado mas o peixe ia todo para o dono do barco concordamos assim .

 Bem o isco começou a chegar ao fim  e como as bailitas continuavam em força mudámos de pesqueiro ( boa escolha ) :p
Fomos mais para baixo e pescamos do lado espanhol , ainda o barco estava a sondar já eu estava a meter isco , a sonda marcava bastante peixe e mal o motor parou , isco na água .... ainda os outros companheiros estavam a iscar já a minha cana tinha dado duas "cabeçadas" fortes , uma terceira e zás peixe ferrado começo a recuperar e o carreto ainda chiou um bocadinho mais umas voltas e uma linda dourada , a minha primeira dourada !! Devia ter cerca de 500/550g mas para mim pareceu uma daquelas com 1 kg !! hehe
Infelizmente já não havia isco e todos tinham uma ultima minhoca no anzol , o meu veio limpinho e tive de arrumar mas o senhor do barco ainda tirou mais uma dourada , mais pequena mas linda !! Foi pena nao ter havido mais isco , ainda posemos a sugestão de ir a outra margem apanhar isco , mas já estava em cima da hora foi pena :c  fica para uma próxima !

 Apostei numa iscada num local douradeiro e vão ver o gozo que dá tira-las !! Um abraço e boas pescas acima de tudo !!

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Take 2 : um bocadinho melhor

Segunda paragem : Arrifana

Como se fazia sentir um bocado vento na praia , eu e o meu pai fomos buscar o material e depois de uma íngreme descida  , lá chegamos ao porto que se pode ver na foto acima .
o vento não se notava tanto pois o porto era resguardado e começamos então pescar para o lado do mar mas a pesca estava difícil , não conseguíamos meter a boia onde queríamos e o peixe não estava a picar , foi então que lançamos para o lado de dentro para ver o que andava de volta de uma pedra submersa que ali se encontrava .
Logo no primeiro lançamento sai uma sáfia já grande , pensamos que andavam la mais e insistimos ... Foi pena pois na estávamos no fim da vazante e o peixe grande deve ter saído todo ... A partir daí só saíram umas bogas e duas vejas para sentirmos algo no anzol ... Umas horas antes e podíamos ter feito ali uns peixinhos ... bem para a próxima já se sabe .

Infelizmente esqueci-me da maquina na autocaravana e nao tirei fotos : l

Take 1 :Falta de sorte no pesqueiro

Primeira paragem nas ferias : Porto covo , estava combinado fazer os primeiros dias a pesca na costa vicentina ... Chegados á localidade , fomos comprar isco , infelizmente no algarve nao ha muitos iscos como na figueira ( local onde pesco mais vezes) , visto isso ,  o meu pai achou melhor comprar só uma caixa de coreana ....
Chegados ao pesqueiro , o qual nao tenho a  foto , mas era parecido com a foto em cima , embora um pouco mais alto , águas lusas mas a fazer espuma de bater na pedra , era local para tirar sargos a sério mas infelizmente só saio uma boga ao meu pai e no ultima minhoca lá tirei uma pequena veja .
Esperava apanhar uns sargos neste pesqueiro , fica para a próxima .